Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ijime

>> segunda-feira, 8 de março de 2010

Quando eu era criança aprendi que ijime era maltrato. Hoje em dia existe uma palavra mais chique para ele, o bullying.

Infelizmente, o ijime faz parte da cultura desse país, comportamento "herdado" dos pais. Já começa antes mesmo da criança ter capacidade de entender esse tipo de comportamento idiota e acaba imitando as mães que juntam em grupinhos e isolam crianças e mães nos parquinhos. Por causa desse comportamento de algumas mães existe até o que se chama de kouen debut (公園デビュー), que seria a primeira vez que se leva a criança para "tentar" interagir com outras crianças em lugares públicos. Li em vários fóruns japoneses que muitas mães temem o kouen debut *o*

Felizmente nunca fui ignorada, nem maltratada por aqui. Talvez por ser uma cidade do interior, mas tenho amigas que por não usarem roupas de marcas já foram isoladas e feitas de alvo de cochichos e suas crianças também foram praticamente impedidas de brincarem no local.

Claro que crianças que crescem vivendo isso quando entram na escola acham normal também formarem 'gangues' para judiar de alguém que considera mais fraco. Isso é TÃO normal que os professores e diretores não tomam providência nenhuma quando isso acontece.

Uma japonesa que trabalhava comigo, que ensinou a filha a bater de volta caso alguém se metesse a besta com ela, foi chamada à sala do diretor e levou bronca porque a filha bateu em umas meninas. Detalhe: esse tipo de gente nunca age sozinho, ficam em bandos e a filha dessa japa bateu em umas 4 meninas que deram uma rasteira nela. O absurdo dessa situação é que o diretor chamou as mães dessas meninas para que ouvissem as desculpas e não para pedirem desculpas porque suas filhas batiam em outras crianças, inclusive a filha dessa japonesa, todos os dias. E é claro que ela se recusou a abaixar a cabeça porque a filha revidou UMA vez o que levava TODOS os dias. Se juntar pra judiar pode, se defender não pode.

O ijime é umas das coisas que mais me preocupa na hora de colocar as meninas na escola. Filhas de estrangeiros e sem saber falar a língua, pra mim, seriam alvos fáceis. Mais Melissa do que Karina. Karina é arredia, não se mistura com todo mundo e não pensa duas vezes antes de revidar: bateu-levou. Mas Melissa é mais dócil e apanha quieta. Pior, Melissa é carinhosa e adora beijar e abraçar todo mundo. Não importa o lugar, nos parques, no médico, no mercado, na rua, onde ela vê outra criança vai correndo brincar junto e tenta beijar. O comportamento em si é bonito, mas aqui eles não estão acostumados a demonstrações de carinho e, invariavelmente, ela leva um empurrão. Por enquanto ela não liga se não entende o que os outros falam ou se não entendem o que ela fala. Melissa não liga se aceitam ou não o amor que ela distribui, ela continua abraçando e beijando todo mundo. Mas tenho medo que ela se magoe quando começar a entender que nem todos estão preparados pra receber amor. Vamos ver como fica.

Comecei a falar sobre isso porque hoje de manhã vi no noticiário que a princesa Aiko não quer ir à escola porque recebeu ijime de um grupinho da escola. E os japoneses ficaram abismados com esse tipo de comportamento. "Como pode fazer ijime com a realeza?"

Puxa vida, então se ela não fosse a princesa poderia ser judiada?

Será que finalmente vão tomar alguma providência com relação à essa vergonha "cultural"? Um absurdo que somente depois do príncipe se manifestar sobre o assunto que resolvem pensar em acabar com isso.


4 Comentário(s):

Anônimo,  10:16 AM, março 09, 2010  

Olha Herika,tenho um filho de 13 anos em escola japonesa,e sei bem o que e isso.Ja quebrei o pau com o diretor.Logo que meu filho entrou no chugako, apanho de 1 menino,que veio com uma turminha de 4 meninos.Nao deixei barato,disse ao diretor que tomasse providencias,que a escola tem o dever de zelar pela integridade de meu filho enquanto estuda.Convocou a mae do garoto,pra uma reuniao,e a mae me pediu mto envergonhada gomenasai pela atitude do filho.Mas o garoto nao quis pedir desculpas nao..ah mas eu exigi que ele se desculpasse e ainda teve que se encurvar tbm! A direcao da escola o deixou por 3 dias de suspensao pela agressao! Mas isso tdo somente porque eu rodei a baiana literalmente! Nessas horas tive vontade de tirar o meu filho da escola! Espero que as autoridades possa realmente tomar providencias para acabar com o ijime nas escolas!

evipensieri 10:53 AM, março 09, 2010  

Oi Herika.

Também vi a mesma noticia na TV.
Quem sabe se agora não tomam alguma providencia ou fazem uma campanha seria em relação a isso.

Bjs.
Elvira

Andreza & Teru 11:30 AM, março 09, 2010  

Oi Herika, quanto tempo...
...Tb tenho um certo medo, pq o Teru eh calminho, educado e carinhoso demais, isso me orgulha, mas me deixa preocupada jah que este ano vai ingressar no yochien, converso bastante com ele a respeito... Vi o noticiario e de uma certa forma, forma foi bom esse assunto vir a tona aqui, pois como a pessoa que escreveu o comentario anonimo tb vou rodar a baiana e tenho ate medo do que sou capaz de fazer...
Bjo grande ***

Herika 12:37 PM, março 15, 2010  

Elvira, eu assisti no noticiário japonês, um pouquinho diferente do que foi mostrado nesse vídeo que achei no G1.

Anônima =P, é difícil criar filhos nessa terra. Além de termos que nos preocupar em dar uma boa educação temos que nos preocupar com a falta de educação dos coleguinhas de escola.

Andreza, assim como o Teru, Melissa também é muito carinhosa e tenho orgulho disso porque acho muito bonito, mas talvez por isso eles sejam mais vulmeráveis. Tenho medo.

Não sei do que sou capaz de fazer se souber que algum malcriadinho andou judiando das minhas filhas, com certeza eu rodo à baiana também. Saber falar a língua tem suas vantagens =D
Mas por outro lado, se eu souber que elas que estão judiando de outras crianças também vão se arrepender muito. Não admito esse tipo de comportamento nem nelas, nem com elas.

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

contador de visitas

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP