Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Desenho animado

>> sexta-feira, 27 de outubro de 2006

Como qualquer mãe de menina desde que a criança tem cabelo suficiente para ser amarrado eu faço rabinhos na Melissa sempre que tenho oportunidade de amarrá-los. Acho lindo os rabinhos espetados dela, deixa um ar mais travessa ainda.
Esses dias estava fazendo os rabinhos quando começou a passar o desenho da Pucca na TV. Nunca havia reparado, mas de repente quando apareceu o Garu (namoradinho da Pucca), achei que os rabinhos dele estavam parecidíssimos com os rabinhos da Melissa.
Claro que depois que reparei nisso fiquei com a idéia fixa de montar um LO mostrando tal semelhança. Mas juro que não prendo os cabelos dela tentando fazer com que ela fique parecida com ninguém.
Respondendo ao comentário da Akemi, sim eu uso o blog pra desabafar, posso parecer carrasca, intransigente e mãe desnaturada, mas descobri que nem tudo são flores quando se cria uma criança. Amor apenas não basta. Amo demais minha filha, mas ter paciência com as malcriações e birras dela é outra estória. Encontrar a melhor forma de fazer uma criança de 1 ano e meio entender o que é perigoso, o que é feio, o que não pode, é um caminho árduo e muitas vezes inglório. Sou a grande castradora do pedaço e estou aprendendo que amar não é ser permissiva. Existe uma linha tênue que divide tolerância de indiferença que eu ainda peno pra conseguir enxergar.
Uma vez li um relato muito interessante na revista Seleções. Foi no Brasil. A pessoa que relatou estava na fila de um super mercado, que estava lotado por sinal. Todo mundo já impaciente, claro. Tinha uma menina que pegava as compras do carrinho dos outros e colocava em outros carrinhos, pegava produtos das prateleiras e colocava nos carrinhos de todo mundo, às vezes pegava os carrinhos e levava pra longe... Todo mundo fazia cara de impaciente e olhava para a mãe esperando que ela tomasse alguma atitude. Nada. Até que uma hora foi pegar o carrinho de uma mulher que a repreendeu e falou: "Não faça isso menina!"
A mãe foi tomar satisfações indignada:" Não fale assim com ela. Nós estamos criando-a com muita liberdade." A mulher ficou envergonhada e abaixou a cabeça. Claro que a menina continuou fazendo as brincadeiras sem graça dela.
Até que uma hora foi mexer no carrinho de um senhor de uns 60 anos. Ele não falou nada, apenas pegou uma garrafa d'água, abriu e jogou na cabeça da menina quando ela foi pegar o carrinho. Obviamente a menina chorou e mãe foi correndo: "O que o senhor pensa que está fazendo?"
E ele respondeu: "Porque não posso fazer isso? Meus pais me criaram com muita liberdade."
Acho importantíssimo ensinar a criança que existem limites, que ela não pode tudo. É aí que começa o estresse, pois a criança resiste. Eu procuro conversar bastante, mas infelizmente, nem sempre isso adianta. Tento enrolar brincando pra ver se me obedece mas Melissa é teimosa. Não gosto de brigar com ela, detesto bater, mas essas crianças nos testam pra ver até onde podem abusar da nossa paciência...

No LO: Kit Simply Sweet by Carola
Fonts Austins Hand Regular and Arial Black

3 Comentário(s):

CellyOneill 3:51 PM, outubro 28, 2006  

Herika, concordo com vc, essa linha realmente é muito tenue e é necessária muita paciência...tive sorte que meu filho não era teimoso (está ficando agora, risos, com quase 13 anos !) acho que não tem como escapar, risos, filhos sempre vão testar nossa paciência e limites, é fogo mesmo !
E realmente ela ficou a cara do namoradinho da Pucca, ficou lindo o scrap achei muito legal essa idéia da comparação, risos !
Meu filho vive se comparando com personagens de animes, até se desenha em forma de anime veja só !
Beijos !!

Renata Melato 9:51 PM, outubro 28, 2006  

Oi, Herika!
Queria dizer que eu adoro ler o que vc escreve aqui no blog. Que as suas experiências com a Melissa e tudo o que envolve o mundinho dela são um aprendizado para quem ainda não tem filhos e está ensaiando, como eu...

Quanto aos cabelinhos dela, parecida com o Garu está, mas está mais ainda com a Boo, do desenho "Monstros SA", vc já assistiu? Se já, compare. Se não, assista e mostre pra ela. É LINDO!!!!

Beijocas mil de uma nova fã, tanto dos seus trabalhos em scrap e dos seus relatos! Ganhou uma leitora assídua!!!

daNi aLeNCar 8:55 PM, novembro 09, 2006  

Concordo plenamente, Kikinha...

Tem a mesma preocupação que você e a Nô também na fase de birras. Ai, que dureza.

E eu sofro do mal das mães atualmente, trabalho o dia todo. às vezes estou tão cansada que acabo deixando ela fazer algo para apenas não ter de ouvir o choro... a birra... mas eu evito ao máximo. Fui eu que escolhi tê-la portanto tenho que ser forte. Me cobro nisso.

Adorei o seu texto. Também adorei a história da semelhança e o Lo. Ai, se a Nô deixasse o cabelo preso... é uma briga.

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

contador de visitas

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP