Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ficando velha...

>> terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Eu tirei carta (de motorista) aos 18 anos e naquele tempo as renovações aconteciam de acordo com a idade. Eu olhava minha carta e achava que ela jamais venceria. 2000 e bolinhas era uma eternidade, afinal, de acordo com profecias e afins, na época se dizia que "2000 não chegará!". E eu interpretava como "em 1999 o mundo vai se acabar". Em plena guerra fria e com a ameaça da Terceira (e definitiva) Grande Guerra, que seria nuclear, tinha um professor que dizia que se os Estados Unidos resolvessem atacar a União Soviética não daria tempo nem pra gente soltar um peidinho curto, nossa desintegração seria quase que instantânea... e eu morria de medo e rezava todas as noites antes de dormir pedindo que essa guerra nunca acontecesse. Tinha medo de ler as profecias de Nostradamus, de ler as interpretações do Apocalipse... afinal em 2000 eu estaria com 32 anos e não queria morrer tão jovem.
2000 chegou e passou, o mundo não acabou, mas União Soviética acabou e a guerra não estourou, e esse ano a minha carta vence. Quando temos 18 anos não conseguimos nos imaginar com 40. Quando eu ia imaginar que estaria levando essa vida de hoje? Quantas voltas o mundo teve que dar até me trazer para o Japão? (li isso no livro "As Valquírias" de Paulo Coelho e sempre quis usar essa frase )
Com 18 anos eu estava me preparando para o vestibular. O ano inteiro com a cara enfiada nos livros, dormindo em cima deles aliás. Apostilas, cálculos, simulados... foi um ano corrido, louco e muito divertido. Fiz amizades super importantes nessa época que cultivo até hoje apesar da distância.
Lembro que tive aula até os últimos momentos da primeira fase da Fuvest. E para minha desgraça, peguei rubéola bem nessa época. No dia da prova não quis nem saber, apareci lá vermelhona e com febrão de 40 graus. Devo ter passado a doença pra todo mundo Mas poxa, eu ralei o ano inteiro pra aquele vestibular. Não foi em vão, passei em Ciências da Computação na Unicamp* (na época ainda era um vestibular unificado com a USP). Infelizmente papai e mamãe não deixaram a única filhinha deles morar sozinha longe da vigilância deles. Acabei indo estudar no Instituto Mackenzie fazendo Processamento de Dados, porque na Federal de São Carlos* onde também passei, também não permitiram que eu fosse. Não era o que eu queria e não desisti, quando estava no segundo semestre prestei o vestibular da Fatec* e passei. Abandonei o Mackenzie sem pensar duas vezes. Foi mais ou menos nessa época que comecei a trabalhar. E foi aí que fiz a coisa que mais me arrependo em toda a minha vida: larguei tudo e vim para o Japão. Não me arrependo de ter vindo para cá, nunca, mas me arrependo de ter abandonado a faculdade. Não que um diploma valesse alguma coisa aqui e nem valeria depois que eu voltasse depois de tantos anos, principalmente nessa área.
Meus pais devem ter se arrependido de não terem permitido que eu fosse pra Unicamp, pois anos mais tarde meu irmãozinho foi estudar na Unesp de Bauru. Não, meus pais não são do tipo que só porque é homem pode e mulher não pode, sempre fomos tratados da mesma maneira. Lembro quando meu irmão foi servir o exército. Ele foi recrutado pra ir pra Brasília e minha mãe apesar de estar estourando de orgulho, pois diziam que só os mais apresentáveis eram transferidos para lá, quase teve uma síncope só de pensar em ficar longe do filhinho querido. Passava o tempo todo imaginando uma maneira de impedir que meu irmão fosse mesmo transferido.
Por sorte dela, antes da transferência que já estava certa, teve o 7 de setembro e meu irmão teve que desfilar. Debaixo de um sol escaldante a pressão caiu bruscamente e ele desmaiou na avenida. Foi levado às pressas ao ambulatório e foi dispensado Assim acabou a curta carreira militar do meu digníssimo irmão.
Esse ano completo 40 anos, dentre eles 18 passados no Japão e olhando pra trás, me vendo ali com 18 anos posso dizer que parece mesmo que passou uma eternidade desde que peguei minha carta pela primeira vez...

Recebi esses memes do Landinho, agradeço novamente pelo carinho, e repasso para Kelly, Andreza e Célia.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us



O que amo:
1. Jogar conversa fora numa roda de amigos
2. Vinho tinto
3. Sol, verão, praia...
4. Música
5. Dar risada

O que odeio:
1. Gente mau-humorada que reclama de tudo
2. Brigas, violência, guerra
3. Maldade
4. Inveja
5. Críticos de plantão

* CDF é a mãe. Apesar das faculdades que eu entrei serem consideradas difíceis, eu posso garantir que entrar é a parte mais fácil. Difícil é sair diplomado de lá. Pelo menos na Fatec é.

6 Comentário(s):

Landinho,  10:39 PM, fevereiro 12, 2008  

Tirar a carta de motorista é algo significante quando se faz os 18 anos. É como um certificado de iniciação a vida adulta. Realmente o mundo dá voltas e nem imagianmos como será nosso futuro. Quem sabe um dia vá ao Japão.

Adri - Dri - Drika 11:57 PM, fevereiro 12, 2008  

Olá... tirei minha carteira de motorista a 1 ano, por sinal esse mes foi mes de renovação e foi uma facada :( ... o tempo passa rápido mesmo... se eu resolvesse morar longe ou sair de casa acho q minha mae tmb teria um troço... somos muito apegadas... mas essa é vida mudando a aprendendo com os erros ;) Bju

Andreza & Teru 5:10 AM, fevereiro 13, 2008  

Ai8 que frio deve estar a� hein Herika!!
O tempo realmente t� louco, pirou de vez rs neva e faz sol :-)
Obrigada pelos memes!! Eu Adorei ;-)
Bjo grandeee para as suas princesinhas***

Andreza & Teru 5:12 AM, fevereiro 13, 2008  

Tem MSN? Me adiciona!! andrezatsutsumi@hotmail.com
Bjo***

Herika 8:15 PM, fevereiro 13, 2008  

Landinho, pensou você aqui no Japão? ;)

Dri, minha mãe é do tipo que tem que ter todos os filhotes debaixo da asa :p

Andreza, já te adicionei.

CellyOneill 11:00 AM, fevereiro 22, 2008  

erika, vc entrou 2008 com tudo aqui no blog, hein ? Perdi um monte de postagem, kkkk, vou ter que tirar uma hora para ler tudinho, kkkk !
Menina, nem me fale sobre passagem do tempo...esse ano estou indo para os 42 anos e não tirei carta de motorista,aff...mas ainda vou tirar !
Então não tenho esse marco significativo nesse periodo da minha vida, acho que mudei tudo quando casei, casei muito jovem, aos 20 anos...e hoje parece que foi um sonho.
Amei os selinhos e vou postar lá no meu blog, obrigada pelo carinnho e lembrança !
Beijos !!!

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

contador de visitas

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP