Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ainda de fraldas

>> quinta-feira, 9 de abril de 2009

Seguindo a dica da Luma, troquei a marca da fralda da Melissa até conseguir tirar de uma vez. Agora não assa mais, graças a Deus. Obrigada Luminha ;)

Estou tendo relativo sucesso pra levar Melissa ao banheiro, pelo menos pra fazer xixi. Cocô ela prefere fazer na fralda. Parece que não consegue fazer força se estiver sentada no vaso. Vou ver se compro alguma coisa, um banquinho ou coisa parecida para que ela consiga apoiar os pés enquanto está sentada. Acho que ficar com pés balançando no ar não lhe dá a segurança necessária. Eu fico agachada na frente dela e a faço apoiar nas minhas pernas mas acho que não tem sido firme o suficiente, uma vez que eu fico balançando =D

Aproveitando o embalo eu levo Karina pra fazer as necessidades no vaso também ^o^

Eu esperei que Melissa conseguisse falar pelo menos xixi e cocô pra começar a tentar tirar as fraldas. Achei que não teria sentido tentar tirar se ela não conseguisse se expressar quando sentisse que precisava usar o banheiro.

Achei também que seria fácil tirar a fralda.

NOT. É difícil pra caramba. Tenho o verão pra tentar de verdade. No outono e na primavera é somente com as tentativas levando ao banheiro. Durante o verão deixo sem fralda, sem calcinha, sem nada. Aí ela se vê obrigada a pegar a fralda na gaveta pra poder fazer qualquer coisa.

É... a safada sabe trocar as fraldas sozinha e se recusou a usar o banheiro.

No inverno sinceramente eu nem tento. É frio demais pra deixar sem roupa. É frio demais pra ficar um tempo longo sentada no vaso com a bunda pegando ventinho gelado. É frio demais...

Com essa experiência eu achei melhor começar a treinar Karina desde já. Vendo Melissa usar o banheiro, talvez ela se sinta estimulada a imitar. Quem sabe? Fora que aprendi que demora muito até conseguir tirar de fato, até lá ela já vai conseguir falar xixi e cocô =P

Apesar de ter tirado foto não vou mostrar porque o vídeo da Melissa dançando no troninho com a musiquinha do Pooh foi linkado por muita gente e isso me incomodou um pouco, ainda achei MEU vídeo em outros sites, no estilo Youtube, mas EU não subi nada por lá. Não gostei! Apesar de não mostrar nada demais, que tipo de louco acha que pode pegar meu vídeo e subir em outros lugares?

Não adianta procurar no meu Youtube, já tirei esse vídeo faz tempo. Bom, essa exposição da nossa vida vale um post à parte, outro dia falo sobre isso.

1 Comentário(s):

luzdeluma 6:08 AM, abril 12, 2009  

Herika, fiquei feliz que o meu comentário tenha ajudado em algo. Quanto a essa outra questão, acho válido você arrumar um ‘troninho’ até porque apoiar os pés no chão facilita o movimento intestinal. Os dispositivos de adaptação para vasos maiores são indicados somente para crianças maiores. Diretamente no vaso sanitário, a criança em geral tem medo da altura pela falta de apoio dos pés também e também fica dependente de você coloca-la e retira-la dali.
Você tem que impor uma disciplina do tipo, coloca-la no vaso ao acordar de manhã, depois das sonecas, antes e depois das refeições e a noite antes de deitar. Mas você já deve ter observado mais ou menos a hora das evacuadas. Parece ser metódico, mas é a única forma de disciplinar a criança por associação. Dois ou três minutos, no máximo e uma vez controlada a micção, as fraldas devem ser substituídas por calças, o que ajuda no controle da freqüência.
As vezes acontece da criança já treinada não querer mais faze-lo, porque passou por alguma experiência desagradável que os pais nem perceberam, como tábua fria, molhada, escorregadia...a rebeldia pode durar pouco, até a criança esquecer o incidente, outras vezes demora mais. Certas crianças só conseguem exonerar o intestino ou verter a urina depois que saem do urinol, quando então se processa o relaxamento dos músculos que o controlam. Tal fato pode ser conseqüência da tensão nervosa da criança ou do ambiente. Muitos pais passam ansiedade para os filhos e ao invés de ajudar acabam atrapalhando. Penso que elas devem saber da importância de aprenderem e ao mesmo tempo não sentirem o peso de ter que consumar a ação, porque o controle das evacuações dependem mais do desenvolvimento dos centros sensoriais, do cérebro e da capacidade muscular, do que dos métodos de disciplina. As vezes pode-se perceber que está com vontade e coloca-la imediatamente no vaso para estabelecer o reflexo. Os pais nunca devem ter presa ou severidade com o treinamento. Trocar as fraldas por calcinhas, podem fazer a criança se sentir promovida e ajudar no treino. Os pais devem estar preparados para ver o seu filho depois dos 18 meses evacuar a qualquer momento, sem aviso prévio ate os 2 ou 2 anos e meio
No mais, penso que se deve mostrar satisfação sem exageros quando ela evacuar no urinolzinho e não demonstrar raiva ou desgosto se não o fizer, quando evacuar mais tarde nas fraldinhas.
Assim como os animais, alguns pais levam seus filhos juntos ao banheiro para na observação eles saberem do que está acontecendo e pelo exemplo fazerem igual. Mostrar que mamãe não usa fraldas e contar histórias de quando mamãe usava.
Deu corda, agora agüenta!! Comentário ficou quilométrico e espero que tenha algum proveito.

Boa páscoa!! Beijus

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

contador de visitas

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP